“Nós temos de saber aproveitar nossos cérebros”
22 de agosto de 2018
Incidência de cancro cítrico aumenta e de CVC cai
23 de agosto de 2018

Safra 18/19 de açúcar deve ser 3% menor no Centro-Sul

Previsão é da DATAGRO; seca na região deve impactar mais intensamente 19/20

Redação*

A DATAGRO prevê uma safra 18/19 3% menor no Centro-Sul, em oferta total de ATR (açúcar total recuperável). A produção de açúcar foi estimada de 27,93 milhões de toneladas e a de etanol, em nível recorde de 30,1 bilhões de litros. A entidade prevê ainda que o mix de produção para açúcar será de 37,1%.

No Norte/Nordeste, a estimativa de moagem foi reduzida para 46 milhões de toneladas. As exportações de açúcar perdem importância para o produtor destas regiões, com 16,6% da oferta total de açúcares apenas.

O etanol hidratado ganha destaque para os produtores do Centro-Sul, respondendo por 40,3% da produção. No Norte/Nordeste, o etanol hidratado é responsável por 30,1%.

Para DATAGRO, a seca no Centro-Sul deve impactar mais intensamente a safra 19/20 do que a atual (18/19). “Tivemos uma precipitação abaixo da média histórica desde 2015”, disse Plinio Nastari.

A moagem no Centro-Sul do Brasil está projetada para terminar 20 dias antes e a safra 19/20 (abr/mar) deve começar mais tarde. Portanto, com um período de entressafra mais longo. Os estoques de etanol na região são estimados em 31 dias de consumo acima do ano passado.

Pontos de atenção

Para a entidade, El Niño, preço do petróleo e eleições são fatores de atenção e devem influenciar resultados.

Além disso, a desvalorização do real frente ao dólar norte-americano é destaque e deve refletir na exportação.