O que pode parar o agronegócio?
17 de agosto de 2020
Safra de grãos 2020/21 tem potencial para atingir 278 milhões de t, projeta Conab
25 de agosto de 2020

Preço do milho segue em alta no mercado doméstico, diz analista

Oferta restrita e demanda aquecida, especialmente pelas exportações previstas para o 2o. semestre são os principais fatores para valorização


O preço do milho na B3 segue em alta em plena colheita da 2a. safra, destaca a analista de commodities agrícolas da Terra Investimentos, Bianca Moura. “O atraso na colheita, a oferta restrita, a demanda aquecida e o produtor capitalizado são as principais causa da elevação”, explica Bianca.

Nesta segunda-feira (24), o contrato de setembro do grão na B3 foi negociado a R$ 60,53 a saca. A colheita da 2a. safra, de acordo com dados da Datagro, se aproxima de 80% da área estimada.

Segundo o mais recente levantamento da Conab, a produção total do grão no ciclo 2019/20 já tem o recorde assegurado de 102,1 milhões de toneladas, dependendo apenas de 1,5% da contribuição das lavouras cultivadas na região do Sealba (Sergipe, Alagoas e nordeste da Bahia).