Obesidade é realidade para quase 20% dos brasileiros
21 de junho de 2018
Dados de desmatamento no Cerrado apontam queda
22 de junho de 2018

Polinização de abelhas influencia na qualidade de morangos

Abelha jataí na flor de morango

Conclusão de que os insetos melhoram formação, coloração, formato e peso das frutas é de estudo da Embrapa; trabalho foi realizado com abelhas nativas

Abelha jataí na flor de morango

Há alguns anos, estudos realizados em diferentes culturas, e em diversas partes do mundo, apontam que a ação das abelhas aumenta a produtividade em campo. Unindo interesse pessoal e a vontade em saber se isso se comprovaria aqui no Brasil com área de morangueiros, a pesquisadora Katia Braga, da Embrapa Meio Ambiente, iniciou sua pesquisa em 1997 e a finaliza agora com a elaboração de um comunicado técnico a produtores e técnicos agrícolas. “Toda essa história começou com o meu doutorado, que buscou entender a conexão entre abelhas nativas e a produção agrícola”, conta.

O estudo mostrou que a presença de uma diversidade de abelhas nas flores do morangueiro não só melhora a produtividade como também a qualidade e até aumenta o seu tempo de prateleira. “O que ficou muito claro é que a produção de morango é bastante dependente da polinização de abelhas”, diz Katia. “Questões como a formação do fruto, formato, peso e coloração estão diretamente ligadas à polinização. O que o produtor enxerga, muitas vezes, como a ação de uma praga no fruto, é na verdade causa da falta de abelhas”, alerta.

Por esse motivo, a pesquisadora chama atenção dos produtores para uma mudança de postura quanto ao manejo de suas lavouras. “É fundamental que haja maior consciência quanto ao uso de agrotóxicos; que se tenha um olhar para o controle biológico e para o manejo integrado de pragas”, disse. “Além disso, para garantir abundância e diversidade de abelhas, a área cultivada deve estar próxima à vegetação natural e/ou de florestas para facilitar o trabalho desses insetos”, completa.

“Nosso trabalho foi realizado com abelhas nativas, sem ferrão. A espécie que apresentou melhor resultado com os morangueiros foi a jataí, bastante rústica e facilmente manejada em ambientes fechados de cultivo”, disse. “Mas, há trabalhos aqui no Brasil, não tão estruturados, com abelhas africanas, no Sul junto à produção de maçãs e no Nordeste, com melão”, informa.

Inicialmente digital, o comunicado deve ganhar versão impressa. “A ideia é que transformemos o material em uma cartilha. Até lá, faremos dias de campo com produtores, orientando-os quanto às questões levantadas no estudo”, disse. “Queremos que o produtor esteja mais consciente dos processos naturais e que a agricultura deve estar integrada a isso de maneira favorável”, finaliza.

Polinização e produção de alimentos

A polinização é o processo que garante a produção de frutos e sementes e a reprodução de diversas plantas. Entre os polinizadores estão as abelhas, vespas, borboletas, pássaros, morcegos e outros animais, que são responsáveis pela transferência dos grãos de pólen das flores masculinas para os receptores das flores femininas.

As abelhas, no entanto, desenvolvem um papel fundamental, já que 70% das culturas agrícolas e 85% de toda flora existente na natureza dependem dos polinizadores.