Derrubando o mito de que os transgênicos geram superplantas daninhas
9 de abril de 2018
Cristina Rappa
ZF reforça aposta em inteligência artificial e automação
11 de abril de 2018

Piscicultura deve crescer no Brasil, mas demanda gestão e conhecimento

A avaliação é de especialistas que participam da Tecnoshow Comigo, em Rio Verde (GO). Movimentando R$ 5,4 bilhões, atividade cresceu 8% em 2017

Redação*

Piscicultura (2) TecnoshowO sucesso da piscicultura depende cada vez mais de conhecimento e gestão, ensinou Alexandre Carvalho Wakatsuki, consultor em aquicultura, em apresentação durante a 17ª Tecnoshow Comigo, que vai até sexta-feira, 13, em Rio Verde/GO.  Atividade agropecuária em expansão no Brasil, a piscicultura cresceu 8% em 2017 e tem potencial para crescer ainda mais. É um mercado que movimenta mais de R$ 5,4 bilhões e é responsável pela criação de, aproximadamente, 1 milhão de empregos diretos e indiretos. Em função da  importância que a atividade tem conquistado no cenário agropecuário brasileiro, a piscicultura ganhou palestras e exposição de espécies de peixes na feira.

“É fundamental ter noções básicas de qualidade da água, implantação de viveiros ou tanques escavados, assim como planejamento da produção de peixes”, afirmou Wakatsuki. Para ele, a piscicultura “precisa muito avançar em gestão, com atenção especial ao domínio dos procedimentos e processos de todas as etapas de cultivo e, em conjunto, investir em tecnologia, de equipamentos a softwares de controle”.

Legislação

Além de gestão e conhecimento, o consultor em piscicultura, Francisco Medeiros, explica que é preciso ter mais segurança para conduzir a atividade. Para ele, o maior empecilho para a implantação de piscicultura no Brasil é a insegurança jurídica, decorrente de falta de legislação ambiental em alguns estados e legislações inadequadas em outros. “Muitos empresários perdem grandes oportunidades de negócios por desconhecerem o segmento, mas também por causa das dificuldades que existem”, afirma.Aquicultura Tecnoshow

Medeiros explica que a aquicultura – não só a piscicultura – exerce importante papel na cadeia do agronegócio brasileiro – por ser um dos segmentos que mais consomem grãos no mundo. “Se a aquicultura cresce, melhoram os mercados para os produtos agrícolas”, reforça Medeiros, para quem é preciso evoluir em legislação ambiental compatível com a realidade do agronegócio e análises dos processos de licenciamento. “Precisamos avançar em escala de produção e ter mais tecnologia aplicada. Hoje, o Brasil tem um déficit da balança comercial do pescado de R$ 1,3 bilhão. É preciso investir na atividade e inverter essa balança comercial”, conclui.

Serviço

O que? 17ª Tecnoshow Comigo

Quando? 09 a 13 de abril de 2018, das 8 às 18 h

Onde? Centro Tecnológico COMIGO (CTC) – Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural)

Informações: www.tecnoshowcomigo.com.br

* com informações da assessoria da Tecnoshow Comigo.

Fotos: Divulgação Tecnoshow