Paraná exportou 449,1 mil ton. de frango no terceiro trimestre
25 de outubro de 2018
Criado solto
29 de outubro de 2018

Nova fase de vacinação contra aftosa começa em novembro

DCIM101MEDIA

Devem ser imunizados animais com até 24 meses

A partir de 1° de novembro, a maior parte dos estados brasileiros dá início à segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. Desta vez, serão imunizados os animais com até 24 meses. Apenas Acre, Espírito Santo, Paraná e parte de Roraima vacinarão todo o rebanho (jovens e adultos).

Na etapa anterior foram vacinados 197,87 milhões de animais de um total previsto de 201,23 milhões de cabeças. A cobertura vacinal atingiu 98,33%. Atualmente, o rebanho brasileiro de bovinos e bubalinos é de 217.493.867. Os estados com maior número de animais são o Mato Grosso com 30 milhões de animais, seguido de Minas Gerais com 23,3 milhões de cabeças. A cidade com maior rebanho é São Félix do Xingu, no Pará – 2,2 milhões de cabeças.

De acordo com o diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Marques, “até novembro de 2019, com a retirada gradual da vacinação, o ganho direto do criador poderá ser revertido na melhoria do rebanho e da propriedade, com investimentos em insumos e tecnologia que irão trazer maior produtividade”.

O Brasil é considerado livre da aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O estado de Santa Catarina, que não vacina o rebanho desde 2000, é reconhecido desde 2007 como área livre da doença sem vacinação.

*Com informações do Mapa