Ernesto Reghran/Pulsar Imagens
Sustentabilidade para manter a liderança
23 de maio de 2019
Cristina Rappa
Representantes do agronegócio e ambientalistas lançam campanha em defesa do Código Florestal
28 de maio de 2019

Evento no PR debate impactos e tendências da transformação digital no agro

Digital Agro, que acontecerá no Parque de Exposições da Frísia, em Carambeí em junho, terá palestrantes nacionais e internacionais, para discutir o futuro da produção de alimentos

Redação*

A 3a Digital Agro, que deve reunir cerca de sete mil pessoas no Parque de Exposições da Frísia, em Carambeí/PR, levará ao público palestras que debaterão as tendências digitais do agronegócio e temas como Smart Farming, Internet das Coisas e os impactos da transformação digital no agronegócio.

Durante o painel “Smart Farming: aplicações e efetividade das tecnologias”, que será realizado no primeiro dia do evento, o fundador da Hypercubes, Fábio Teixeira, falará sobre o uso de imagens hiperespectrais, tecnologia utilizada na sua plataforma e que, com a ajuda de satélites e sensores especiais, identifica alterações moleculares em uma plantação e monitora com precisão o solo da propriedade.  

Em seguida, o agrônomo Ole Green falará sobre as tarefas que serão realizadas por robôs e as consequentes mudanças na agricultura durante a palestra “Robótica e implementos inteligentes na agricultura arável”. Green é professor do Departamento de Agroecologia da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, e fundador e CEO da Agrointelli, empresa focada na sustentabilidade da agricultura arável.

No início da tarde, Daoud Urdu, que é pesquisador de Gestão da Informação na Universidade de Wageningen, na Holanda, abre o painel “Internet das Coisas: desafios e oportunidades”, falando sobre o desenvolvimento de Internet das Coisas para o agronegócio na Europa. Fechando a programação de palestras do primeiro dia, o gerente de Desenvolvimento de Negócios em Agronegócio Inteligente no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), Fabrício Lira, fala sobre os desafios para a transformação digital no agronegócio brasileiro.

Ainda no tema sustentabilidade, a chefe-adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Territorial, Lucíola Magalhães, apresentará o Projeto Carponis: um satélite brasileiro de alta resolução operado pela Embrapa, cujas imagens são aplicadas nos estudos da produção de alimentos, fibras e energia no Brasil.

Fechando a programação do evento, no painel “Plataformas digitais: integração e sincronização de dados” o engenheiro eletrônico e professor da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (UPS), Antônio Mauro Saraiva, discorrerá sobre agricultura de precisão. Em seguida, o diretor de marketing da John Deere, Cristiano Correia, ministra a palestra “Digital conduzindo decisões”, que vai debater temas como agricultura digital, conectividade e inovação no sistema de produção agrícola. 

A terceira edição da Digital Agro conta com mais de 40 expositores e treinamentos especializados. A entrada para a feira é gratuita, mas algumas palestras são pagas, e haverá ainda palestras técnicas em miniauditórios. 

Serviço:

O quê? Digital Agro
Quando? 11 a 13 de junho

Onde? Parque de Exposições Frísia, anexo ao Parque Histórico de Carambeí, que fica na Av. dos Pioneiros, 4.050.

Mais informações: www.digitalagro.com.br


Foto: Peterson Strack/Divulgação Frísia.