Vai ter comida para todos?
18 de outubro de 2018
23.03.2012 - ANDEF Fotos: Tatiana Ferro
Desperdício com fartura
23 de outubro de 2018

Cup Of Excellence anuncia os melhores cafés especiais do Brasil

Da esquerda para direita - Leonardo Tavares, campeão na categoria cereja descascado, e Ismael Andrade, campeão do tipo natural | Divulgação

Dividido em duas categorias, vencedores são das regiões de Chapada de Minas Gerais e do Cerrado Mineiro

Redação*

Da esquerda para direita – Leonardo Tavares, campeão na categoria cereja descascado, e Ismael Andrade, campeão do tipo natural | Divulgação

No último domingo (21), o Concurso Cup of Excellence Brazil 2018 anunciou os melhores cafés especiais do País nesta edição. Da categoria cereja descascado, em que 37 amostras foram analisadas, a campeã foi a empresa Primavera Agronegócios, com um café produzido na Fazenda Primavera, em Angelândia, na região da Chapada de Minas Gerais, com nota 93,89 pontos. Destacado por gueixa, um novo tipo de café produzido aqui, Leonardo Montesanto Tavares recebeu o troféu. “Esse prêmio mostra que o trabalho vale a pena, que a dedicação é importante e que somos profissionais no que fazemos. Muito além do financeiro, o mais importante é poder mostrar para o mundo que o Norte de Minas também produz café de excelência. Esse prêmio é de todos da Fazenda Primavera”, disse.

Na categoria tipo natural, em que o modo de preparo é via seca, concorreram 40 amostras. O campeão foi o café cultivado por Maria do Carmo Andrade, na Fazenda Paraíso, em Carmo do Paranaíba, localizada na Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, com 93,26 pontos. “O prêmio é o coroamento de uma vida de trabalho e dedicação minha, da minha família e de todos os envolvidos, de muita gente que acredita no café e no potencial dele. É também uma grande responsabilidade. Estou muito feliz”, disse Ismael José de Andrade, que recebeu o troféu.

Os lotes finalistas das duas categorias participam agora de leilões internacionais, entre os quais 100 potenciais compradores de 40 países aguardam para arrematar as sacas brasileiras. No ano passado, sacas de café cereja descascado chegaram a ser leiloadas por R$ 55 mil e do café natural por mais de R$ 39 mil.

Quatro cafés da categoria cereja descascado receberam o título de café presidencial porque obtiveram nota superior a 90 pontos. São cafés da região de Matas de Minas; do Cerrado Mineiro e da Chapada Diamantina/BA. Na categoria tipo natural, sete receberam este título. São de Mantiqueira de Minas, da Chapada Diamantina/BA, do Sul de Minas Gerais e da região da Mantiqueira de Minas.

O Cup Of Excellence é considerado o principal concurso de qualidade para café do mundo. Avalia os cafés naturais (sistema de preparo em via seca) e os cerejas descascados/despolpados (preparados pelo sistema em via úmida) no País.

*Com informações da assessoria de imprensa da Cooxupé.