Mercado de subprodutos do agronegócio amplia liquidez com vendas pela internet
29 de junho de 2020
Solução faz o monitoramento completo das lavouras de cana-de-açúcar
27 de julho de 2020

Burger King lança hamburguer produzido com menos emissão de gás metano

Produto, apresentado nesta 3a feira, nos Estados Unidos, foi desenvolvido a partir de estudo que prevê diminuição em 33% do poluente pelo gado, com mudança na dieta. No Brasil, a iniciativa começa em agosto

Redação*

Um dos principais poluidores da atmosfera e fator agravante do efeito estufa, que contribui para o aquecimento global, é o metano presente nos gases emitidos pelo gado. De acordo com a ONU, a criação e produção de bovinos é responsável por aproximadamente 14,5% das emissões globais de gases de efeito estufa. As cerca de 1,3 bilhão de cabeças de gado que estima-se existirem mundo geram, durante a digestão, uma quantidade de metano similar a todo o sistema de transporte global e que contribui com 23% do efeito estufa.

Depois de ter lançado, no ano passado, o seu hamburguer vegano, o Rebel Whopper, a rede global de fast food Burger King®,  apresentou nesta terça-feira, 14, um estudo global, conduzido pelos cientistas Octavio Castelan, PhD da Universidade Autônoma do Estado do México, e Ermias Kebreab, Phd da Universidade de Davis, na California, EUA, sobre como reduzir o impacto no meio ambiente gerado pelo gado. A pesquisa concluiu que uma pequena mudança na alimentação dos animais criados em confinamento pode ajudar reduzir em um terço as emissões diárias de gases metano. A fórmula é adicionar 100g capim-limão à dieta prescrita nos cochos.

No Brasil, a empresa se uniu à JBS, que, a partir de agosto, passará a adicionar capim-limão na dieta de mais de 95 vacas e bois criados em confinamento para observar os resultados localmente. “A iniciativa está conectada aos compromissos do Burger King de reduzir sua pegada ambiental, o que inclui a emissão de gases que podem causar o efeito estufa, além de continuar buscando melhorias no bem-estar animal junto a seus fornecedores parceiros”, diz o comunicado distribuído pela cadeia de fast food.

A empresa está tornando público o estudo completo, realizado nos Estados Unidos e no México, bem como a fórmula com as quantidades certas e especificações do capim-limão. “Gostaria de convidar toda a indústria de alimentação, incluindo nossos concorrentes, a testar o que fizemos. Acredito que todos ficarão surpresos com os resultados ”, afirma, em nota, Fernando Machado, CMO da empresa. 

A partir desta terça-feira, consumidores poderão provar o sanduíche Whopper feito com carne proveniente de vacas e bois que emitem menos metano, em restaurantes de cidades norte-americanas como Miami, Nova York, Austin, Portland e Los Angeles. A marca também lança um vídeo educacional sobre o processo dirigido por Michel Gondry, vencedor do Oscar, e apresentado por Mason Ramsey, fenômeno da cena country americana. 

*com informações da assessoria do Burger King.